Curiosidades
A Canção de Coimbra é um género musical enraizado num folclore urbano (o da cidade de Coimbra), de duplo filão (o popular e o académico), que entronca na Música Tradicional da cidade (daí as suas influências regionais e locais) e que tem na Serenata a sua expressão artística mais genuína.
São de considerar quatro momentos fundamentais na evolução académica desta Canção no século XX:
Fadodecoimbra.com
fadodecoimbra2010006006.jpg fadodecoimbra2010006005.jpg fadodecoimbra2010006004.jpg fadodecoimbra2010006003.jpg fadodecoimbra2010006002.jpg fadodecoimbra2010006001.jpg
Canção de Coimbra: Uma definição e Quatro Momentos (Câmara Municipal de Coimbra)
Saiba Mais
Fado ou Canção de Coimbra (em Visit Portugal)
Uns dizem que teve origem nas melodias importadas por estudantes brasileiros que, a partir de 1860, vieram estudar para Coimbra; outros, que a canção teria sido trazida para aqui por estudantes provenientes de Lisboa e que a cidade estudantil a diferenciou e individualizou; outros ainda ligam a sua origem às Cantigas de Amor e à Trova Provençal da Idade Média trazida para Portugal com a corte de cavaleiros e trovadores que acompanhava o casamento dos príncipes.
Saiba Mais
Fado de Coimbra na Wikipédia
Muito ligado às tradições académicas da respectiva Universidade, o fado de Coimbra é exclusivamente cantado por homens e tanto os cantores como os músicos usam o traje académico: calças e batina pretas, cobertas por capa de fazenda de lã igualmente preta. Canta-se à noite, quase às escuras, em praças ou ruas da cidade. Os locais mais típicos são as escadarias do Mosteiro de Santa Cruz e da Sé Velha. Também é tradicional organizar serenatas, em que se canta junto à janela da casa da dama que se pretende conquistar.
Saiba Mais
Pt
Eng
Fra
Esp
|
|
|